QueroWorkar #Entrevista01 – A visão do RH sobre os candidatos da área de TI

Visando trazer experiências pessoais e enriquecedoras para os nossos usuários, nós do QueroWorkar criamos uma sessão chamada QueroWorkar #Entrevista. Nessa sessão, iremos abordar diversas experiências, pontos de vista, escolhas profissionais e muito mais. Entrevistaremos amigos e conhecidos que têm histórias interessantes para nos contar.

Nesse primeiro QueroWorkar #Entrevista não poderia começar diferente, entrevistaremos uma Coordenadora de RH, eles que são o nosso primeiro passo para seguir em frente na longa jornada de conseguir a vaga perfeita.

IMG-20150928-WA0000A nossa primeira entrevistada é a Sara Oliveira. Sara trabalha na iFactory Solutions há 5 anos e já lidou com diversos tipos de situações durante as entrevistas, desde de mentira dos candidatados até a falta de informações no currículo. O dia a dia deles não é fácil e exige todo o dia um novo desafio para fazer com que esses programadores tímidos participem de atividades e exercícios promovido por eles. Sem mais vamos para a entrevista.
QueroWorkar: Fale um pouco sobre a sua carreira de RH na área de TI.
Sara Oliveira: Desde 2010 que atuo na área de TI. É uma área bastante desafiadora, com profissionais bastante inteligentes, críticos e com uma linha de pensamento muito diferente do mercado que havia atuado anteriormente.
A área de TI está em constante mudanças. O que hoje é novidade e empolga aos colaboradores, daqui a um mês, não é mais, e motivar um profissional de TI com certeza é bem mais difícil do que motivar qualquer outro tipo de profissional, mas costumo dizer que me encontrei nessa área. Aprendo bastante com eles e eles me impulsionam a ser um RH cada vez melhor, buscando sempre o novo e a fazer o diferente e a pensar fora da caixa.

QW: O seu primeiro contato com o candidato é através do currículo. Quais são os erros mais comuns que você encontra nos currículos?

SO: Os erros mais comuns são: informações desnecessários como hobby, onde cursou o ensino fundamental entre outro. Falta de informações importantes como as tecnologias que já trabalhou, telefone para contato, email, conhecimentos num segundo idioma e tempo que ficou nas empresas. Mas o pior de todos os erros, é o candidato mentir no currículo. Esse é o pior erros de todos!

“É uma área bastante desafiadora, com profissionais bastante inteligentes, críticos e com uma linha de pensamento muito diferente do mercado que havia atuado anteriormente.”

QW: Em que os candidatos devem prestar atenção na hora de montar o seu currículo?

SO: Preste atenção em coisas simples como: layout, pois o visual é a primeira impressão que temos do currículo, experiências internacionais, informações de contato, experiência profissional e formação superior, porém o mais importantes são as tecnologias que você já teve experiência (o que você realmente trabalhou, não que ouviu falar em algum lugar). 

QW: Uma pergunta muito recorrente dos nossos leitores é porque os recrutadores demoram tanto para responder aqueles que enviaram o seu currículo? Seja uma resposta positiva, como o agendamento de uma entrevista, ou seja uma resposta negativa de que ele não foi selecionado?

SO: Nem todos os currículos são selecionados. No nosso caso, sempre damos retorno, seja positivo ou negativo para quem participou do nosso processo seja por telefone ou e-mail, mas não respondemos a todos os currículos que são enviados para nós, somente aos que participam do processo. Muitos recrutadores não se preocupam em dar um retorno ao candidato, infelizmente, essa ainda é uma grande falha de muitos RH’s.

“…porém o mais importantes são as tecnologias que você já teve experiência (o que você realmente trabalhou, não que ouviu falar em algum lugar).”

QW: Porque muitas vagas possuem tanto requisitos para uma vaga de um simples estagiário? Você não acha que isso bloqueia muitos candidatos de tentarem enviar o seu currículo?

SO: Nesse caso, a pessoa que criou a vaga não tinha os pré-requisitos básicos para criar a mesma, digamos que ela copiou e colou a mensagem ou talvez não era pessoa indicada para fazer esse tipo de trabalho e mesmo sabendo que ela não tinha a capacidade de fazer isso sozinha não se preocupou em pedir a opinião de alguém que pudesse auxiliá-la. Com certeza, cria um bloqueio aos candidatos e uma imagem não tão positiva da empresa, em exigir tanto de um profissional que está entrando no mercado.

QW: Qual é a maior dificuldade hoje de encontrar um profissional no Ceará? É a falta de qualificação dos profissionais, pouca quantidade de profissionais na área?

SO: As duas coisas, falta de profissional no mercado e profissional qualificado.

QW: Quais são as dicas para ser aprovado numa entrevista de emprego?

SO: Antes de tudo: seja sincero com o entrevistador, seja você mesmo, nunca fale mal de uma empresa que você trabalhou e, principalmente, não fique “pulando” de empresa em empresa, isso pega muito mal.

 

Agora que entendemos o que os RH esperam de nós podemos mudar a realidade do primeiro passo para conquistar a vaga. Seja você, não minta e tenha ótimas qualificações isso é o mínimo que eles esperam de nós. Gostou desse primeiro post do QueroWorkar #Entrevista? Tem alguma sugestão para as próximas entrevistas? Comenta aí e divulga com os seus amigos.

 

5 Comentários

  1. Marcelo Montenegro Santos

    Que tipo de qualificação as empresas querem ? Porque a maioria só pede curso superior, e sabemos muito bem que os cursos superiores de TI não ensinam nada. Tem muito profissional excelente no mercado, com curso técnico, 2o grau e experiência de anos e essas “empresas” e “RHs” não valorizam isso. Fora os salários que oferecem, que são ridículos !!!

    Outra coisa: “não fique “pulando” de empresa em empresa”. E se a empresa promete “mundos e fundos” ao profissional e o mesmo depois de uns três meses percebe que não é nada daquilo que foi prometido na entrevista ? E não adianta mentir, pois sabemos que isso existe demais no mercado, independente da área de atuação. O profissional é “obrigado” a ficar na empresa se submetendo a um trabalho que não o está agradando e ele não vê nenhuma perspectiva de crescimento ? É isso ? Porque da mesma forma que não querem que o profissional minta na entrevista, não queremos ouvir “mentiras” para aceitarmos o cargo.

    Reclamam demais que não tem profissional qualificado no mercado, mas não valorizam os poucos que tem. Vão ficar é sem qualquer profissional nessa área. Principalmente na parte de suporte e manutenção. Muitos colegas que trabalhavam na área ou desistiram e foram buscar outras área de atuação que não seja TI, ou estão trabalhando por conta própria.

    Amo TI, amo suporte e manutenção, tenho 16 anos de experiência profissional na área e mais 5 anteriores onde só fazia cursos e aprendia em casa. Estou quase desistindo de trabalhar na área por conta dessa desvalorização.

    “Acordem” profissionais de RH e empresas !!!! Vocês estão cavando o próprio “buraco” de escassez de profissionais de TI.

  2. Carlos José

    Sugestão: quando publicarem entrevistas, coloquem em audio.

Deixe o seu pensamento

Publicidade

Inscreva-se

Publicidade

Parceiros

QueroWorkar

O que é o QueroWorkar?

Dúvidas Frequentes

Anuncie Conosco

Contato