Curso de Java abre inscrições para pessoas com deficiência ou vulnerabilidade social

As vagas são destinadas prioritariamente para residentes no bairro Vicente Pinzon. Curso faz parte das ações do programa Ceará Pacífico

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo do curso de Desenvolvimento de Software Java. São 300 vagas destinadas, prioritariamente, para pessoas com baixa renda e residentes no bairro Vicente Pinzon, em Fortaleza. Das vagas, 60% estão reservadas para pessoas com deficiência física, auditiva e com baixa visão.

dell-cursos-ead

 

 

O curso faz parte do projeto “Educação a Distância para Pessoas com Deficiência e/ou em Situação de Vulnerabilidade Social“, lançado pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Ceará (Secitece) no último dia 20 de janeiro, em parceria com a Universidade Estadual do Ceará, Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação (Citinova), Instituto de Estudos, Pesquisas e Projetos da Uece (Iepro) e Dell Computadores. A iniciativa é parte das ações do Ceará Pacifico, programa do Governo do Estado que está beneficiando os cearenses em situação de vulnerabilidade social.

O curso visa capacitar o aluno na área de desenvolvimento de sistemas na Linguagem de programação Java,nos níveis básico e intermediário, através de uma metodologia semipresencial, com horários de estudo flexíveis e acompanhamento de tutores durante todo o processo, através da plataforma Dell Accessible Learning. A carga horária é de 470 horas e a duração do curso é de 12 meses, com início no dia 11 de abril.

Inscrições – As inscrições vão até o dia 4 de março e deverão ser realizadas exclusivamente através da plataforma Dell Accessible Learning (www.projetolead.com.br). Poderão se inscrever pessoas com deficiência física, auditiva ou com baixa visão, bem como pessoas sem deficiência, de qualquer faixa etária e de qualquer perfil socioeconômico, residentes em Fortaleza, e que estejam matriculados a partir do 1º ano do Ensino Médio ou que já o tenham concluído.

A iniciativa irá ajudar a resolver um grave problema social e econômico no Brasil. De acordo com dados do IBGE (2010), existem 45 milhões de pessoas com deficiências no país, sendo que 53,3% estão desempregadas. No Ceará, são 2,3 milhões de cidadãos com PCD, sendo que 58% estão desempregados. Do total de empregados, a estimativa é que 69% recebem até 1 salário mínimo.

Mais informações sobre o curso de Desenvolvimento de Software Java no edital disponível em www.projetolead.com.br

Deixe o seu pensamento

Publicidade

Inscreva-se

Publicidade

Parceiros

QueroWorkar

O que é o QueroWorkar?

Dúvidas Frequentes

Anuncie Conosco

Contato