WGESAD é o workshop do Grupo de Engenharia de Software e Sistemas Distribuídos (GESAD) da UECE. O evento oferece palestras de pesquisadores e apresentação de alunos de mestrado e iniciação científica sobre suas pesquisas, além de dois minicursos. O evento é totalmente gratuito, incluindo os minicursos, mas as vagas são limitadas.

Período de realização: de 08 a 10 de agosto (palestras e sessões técnicas pela manhã e minicursos à tarde) 
local: Prédio da Pós-graduação e Pesquisa em Computação da UECE, Campus Itaperi 

Formulário de inscrição: https://goo.gl/RQzdHZ 

Sessão Técnica 1 (Terça – 08/08)

  • 10:30h: Valor de Negócio e Produtividade no Desenvolvimento de Software para Governo Eletrônico (Franzé Lopes)
  • 11h: Uma metodologia para Medição de Software baseado em Entregáveis (Nádia Costa)
  • 11:30h: Priorização de Projetos do Portfólio utilizando Análise Hierárquica de Processos (Bruno Neves)

Sessão Técnica 2 (Quarta – 09/08)

  • 10:30h: Uma Abordagem de Suporte ao Gerenciamento de Riscos em Projetos de Software Usando o Paradigma GQM e Sistemas Multiagente (Thayse Alencar)
  • 11h: Uma Abordagem para a Gestão Inteligente de Recursos Humanos Utilizando Analise de Redes Sociais (Álvaro Oliveira)
  • 11:30h: Editory – Uma ferramenta de autoria para criação de objetos de aprendizagem acessíveis (Alexandre Castelo Branco)

Sessão Técnica 3 (Quinta – 10/08)

  • 8:30h: Migrando aplicações web para Android usando JustBusiness (Adson e Messias)
  • 9h: An Event-Driven Platform for Microservices Orchestration (Davi Monteiro)
  • 9:30h: Scenarios@Runtime for Self-adaptive Systems (Rômulo Gadelha)

Palestra 1: Computação Móvel em Nuvem & Computação sensível a contexto: arrumando o CAOS

Palestrante: Prof. Dr. Fernando Trinta (UFC)

Resumo: Currently, mobile applications have become increasingly complex. One trend is the usage of contextual information gathered from device sensors and external data sources, which are used to improve the user experience when using mobile applications. As the amount of sensing data increases as well as the complexity of context inference procedures, it leads to an undesirable situation where the mobile device has not enough resources (e.g., memory capacity, processing speed, and battery power) to perform some computation tasks. This paper addresses this issue by proposing CAOS, a software platform that employs the offloading approach to enhance mobile context-aware applications. CAOS allows mobile application developers to offload processes and data into cloud and cloudlets infrastructures, aiming at improving the overall application performance and saving battery power. In order to assess our proposal, a reference implementation was built, and experiments were performed in order to evaluate performance and energy consumption of our proposal. Results showed gains in both aspects in most of scenarios, which denote the feasibility of the proposed solution.

Short bio: Fernando Trinta possui graduação em Ciência da Computação pela Universidade Federal do Maranhão (1996), mestrado (2000) e doutorado em Ciências da Computação pela Universidade Federal de Pernambuco (2007). Atualmente é professor/pesquisador da Universidade Federal do Ceará, vinculado ao Departamento de Computação, em Fortaleza. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Sistemas Distribuídos, atuando principalmente nos seguintes temas: jogos móveis, jogos móveis massivamente multiusuário, java, trabalho cooperativo e autoria.

Palestra 2: Data Science – um caminho a percorrer

Palestrante: Me. Luiz Otávio Ferreira (Universidade de Coimbra)

Resumo: O público visualizará as principais características tecnológicas, hardware e software, armazenamento e processamento, ferramentas de desenvolvimento, conceitos, pesquisas, a profissão e o profissional da área de ciências dos dados.

Short bio: Luiz Otávio é doutorando em Ciências Aplicada à Decisão, mestre em Ciências da Computação, MBA em gerenciamento de projetos, especialista em informática e graduado em Ciências Econômicas. Atua na área de TIC, analista de sistemas e professor universitário, desde 1991.

Palestra 3: Título: Software Unbundling: Desafios e Perspectivas

Palestrante: Prof. Dr. Bosco Filho (UFC)

Resumo: Recentemente, várias empresas do setor de tecnologia da informação, principalmente de aplicações móveis, começaram a desmembrar suas aplicações densas e complexas em aplicações menores. Por exemplo, a aplicação móvel do Facebook desmembrou sua parte de troca de mensagens em uma nova aplicação, o Messenger; Foursquare teve sua funcionalidade de check-indesmembrada para a aplicação Swarm; LinkedIn realizou uma divisão maior da aplicação móvel, dando origem às aplicações Pulse,Connected, Job Search, Recruiter, Sales Navigator e Slide Share. Este fenômeno é chamado de divisão ou desmembramento de software (Software Unbundling) [1] e tem como objetivo principal simplificar estes artefatos, produzindo software mais especializado e focado para propósitos mais específicos. A divisão de software é uma atividade que geralmente não foi planejada e, portanto, imprevista pelas partes responsáveis pela engenharia da aplicação em questão—a divisão é uma evolução corretiva de um software maduro, uma modularização de alta granularidade e tardia. Esta palestra explanará o fenômeno de Software Unbundling, indicando desafios e perspectivas sob a ótica da Engenharia de Software.

Short bio: Bosco Filho possui doutorado em Ciência da Computação pela Université Rennes 1 (França, 2014), mestrado em Ciência da Computação pela Universidade Federal do Ceará (2011) e graduação em Ciência da Computação pela Universidade Estadual do Ceará (2008). Bosco foi pesquisador de pós-doutorado na faculdade de Ciência da Computação da Universidade de Birmingham na Inglaterra. Bosco Ferreira possui experiência em pesquisa, desenvolvimento e inovação em Ciência da Computação, e sua atuação é centrada nas áreas de Engenharia de Software e representação de conhecimento, especialmente Engenharia de Software baseada em Modelos, Gestão da Variabilidade e Composição de Software. Atualmente, Bosco é professor adjunto no Departamento de Ciência da Computação da Universidade Federal do Ceará.

Minicurso 1: Introdução ao Angular com FireBase

Duração: 3h

Resumo: Angular é um framework de JavaScript que provê o desenvolvimento web baseado em componente, isto é, elementos básicos que compõem a aplicação (inclusive a Interface Gráfica). Com a integração com HTML na forma de diretivas, uma aplicação em Angular consegue, ao mesmo tempo, ser performática, fluida e com o código bem enxuto. É o futuro do desenvolvimento Web. Nesse curso, você vai conhecer toda a arquitetura de uma aplicação Angular, em sua última versão, e ainda vai conhecer um pouco sobre o mundo dos bancos de dados não-relacionais e qual o impacto deles na performance geral.

Facilitador: Washington Praxedes

Mini CV: Washington é aluno do curso de Ciências da Computação da Universidade Estadual do Ceará. Participou de dois programas de Iniciação Científica financiados pela FUNCAP. Já trabalhou com Visão Computacional e com construção de nuvem com OpenStack. Atualmente trabalha na Trílogo Tecnologia, empresa de software que atua com tecnologias como ASP.NET, Ionic, Angular, Bancos não-relacionais (Firebase) e relacionais (SQLServer). É entusiasta pelo que há de novo no ramo da tecnologia e hoje tenta mergulhar no mundo do IoT.

Minicurso 2: Introdução ao Clear Code

Duração: 2h

Resumo: Código Limpo é um código elegante que busca uma fácil leitura e um fácil entendimento. A lógica deve ser direta para dificultar o encobrimento de bugs, as dependências mínimas para facilitar a manutenção. Ele jamais torna confuso o objetivo do desenvolvedor, em vezes disso, ele está repleto de abstrações claras e linhas de controle objetivas. Existem padrões e boas práticas que guiam o programador para produzir um código limpo. Nesse minicurso será abordado as principais práticas para se alcançar código limpo e como essas práticas iram aumentar a produtividade de um desenvolvedor.

Facilitador: Lucas Vieira

Mini CV: Lucas é aluno do curso de Ciência da Computação na Universidade Estadual do Ceará. Foi bolsista de iniciação científica do Cnpq por 2 anos onde trabalhou com linguagem Java e JavaFx para a construção de uma ferramenta de modelagem gráfica de comportamento de software. Atualmente trabalha na Softbuilder Informatica desenvolvendo soluções na plataforma Android com ênfase em aplicativos de vendas.

Nenhuma visualização ainda

Tags: , ,